sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Contagem Regressiva...


Recebi esse cartão da minha amiga Tania,
achei essa mensagem linda e resolvi compartilhá-la
com meus queridos amigos do blog:


Hoje é dia de estar com pessoas especiais,
de alegria ao se despedir de 2010
e muita fé em Deus,para "abraçar"
o ano novo que vem chegando.
Estarei,como de costume,à beira-mar,
me confraternizando com a família
e amigos.
Mas à meia-noite,olharei para os
fogos de artifício e pensarei em todas
as pessoas especiais,agradecerei a Deus
pela oportunidade de ter cruzado com
o caminho delas...


Que venha 2011 recheado de bênçãos!!!

Com carinho...

Adriana

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Não poderia fechar o ano sem Drummond...


Receita de Ano Novo

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)
Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.
Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

(Carlos Drummond de Andrade )






quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Finalmente,amanhã,estarei oficialmente
de férias!!!

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010


Conselhos para 2011:

Ouse...inove...

Te desejo:


Tudo o que desejamos ao
próximo,retornará para nós...


Não custa nada tentar!
Feliz Ano Novo!

domingo, 26 de dezembro de 2010




Diálogo entre o teólogo
brasileiro Leonardo Boff e o Dalai Lama


Leonardo Boff disse que certa vez, no intervalo de uma mesa-redonda sobre religião e paz entre os povos na qual participava junto com o Dalai Lama, perguntou-lhe com certa malicia, mas também com interesse teológico, em seu inglês capenga:


 
Leonardo Boff: - "Santidade, qual é a melhor
religião?"


Dalai Lama: - "A melhor religião é a que mais te aproxima de Deus, do
Infinito". É aquela que te faz melhor."


Leonardo Boff: - "O que me faz melhor?"


Dalai Lama: -"Aquilo que te faz mais compassivo" , aquilo que te faz
mais sensível, mais desapegado, mais amoroso, mais humanitário,

mais responsável... mais ético... A religião que conseguir fazer isso de ti, é
a melhor religião..." Não me interessa amigo, a tua religião ou mesmo se
tem ou não tem religião. O que realmente importa é a tua conduta perante o teu
semelhante, tua família, teu trabalho, tua comunidade, perante o mundo...

Reflexão de Leonardo Boff: Calei, maravilhado, e até os dias de hoje estou
ruminando sua resposta sábia irrefutável..


Não me interessa a tua religião ou mesmo se você tem ou não religião. O que realmente importa é a tua conduta perante o teu semelhante, tua família, teu trabalho, tua comunidade, perante o mundo.

sábado, 25 de dezembro de 2010

Canção pra você viver mais - Pato Fu

A Distância.





   Em meio a tantas pseudo músicas tocando em alto volume,nas ruas e vizinhanças,para o pavor das pessoas de bom gosto,eu tive o prazer de ser surpreendida ontem, pela manhã, enquanto eu estava postando uma mensagem de natal aos amigos do orkut,aqui em casa, pela música do Rei Roberto Carlos, A Distância....foi uma surpresa pra mim,surpresa boa,mas que despertou em mim
sentimentos guardados,lembranças e muita saudade.
   Saudade de quem se foi...saudade de quem saiu da minha vida,por diversas circunstâncias,por opção própria...saudades,saudades,
saudades.
   Eu já fui muito durona,ou tentei mostrar isso,mas a maternidade
e a maturidade me pregaram uma peça, me desproveram dessa defesa,ao menos em parte e me presentearam com uma dose cavalar de sensibilidade.
   O Natal também nos leva ao passado, nos faz refletir, toca nas nossas feridas nem sempre curadas,nos deixa mais receptivos e melancólicos .
   Mas voltando à bela música, ela me fez gastar toda reserva lacrimal de muitos dias...enquanto ela tocava,eu me emocionava,me sentia um náufrago,tentando sucumbir à violência das ondas do mar,me debatendo,perdendo meu fôlego e buscando algo ao redor,para me tirar daquela cruel situação.
   Passou um filme em minha mente...um longo filme...e isso me reportou
à triste realidade das agruras das relações interpessoais. Falo não apenas por mim,mas por toda a humanidade.
   Somos feitos à imagem e semelhança de Deus,mas sucumbimos ao menor sinal de fraqueza do outro com quem nos relacionamos,sejam eles amigos, amantes, filhos,colegas de trabalho,enfim,as pessoas do nosso círculo de convivência.
   Se aos olhos do outro, ”pisamos na bola”, mesmo que seja uma pisadinha, somos condenadas ao “poço das condenações”
e muitas vezes não temos o direito de defesa...cria uma pedrinha no sapato,que com o passar do tempo,fere,machuca e deixa marcas.
   Será que podemor ter a ousadia de acharmos perfeitos,pessoas
que mais parecem comercial de margarina,sempre boazinhas,pacientes,sorridentes e dotados de máxima generosidade?Somos a antítese da perfeição ou somos criaturas abomináveis, fracas,egoístas e desprovidas de bons sentimentos?
   Lembrei de uma antiga lenda indígena, que fala sobre termos dentro de nós dois cães, um bom e o outro mal, que lutam constantemente,porém,vence aquele que mais alimentamos.
  Não somos,graças a Deus,nem santos,nem demônios,somos seres humanos,dotados de inteligência  e de amor;temos o dom de buscar a evolução,não importa como,basta ouvirmos a voz silenciosa do nosso Eu.
   A distância incomoda. Ela nos mostra um obstáculo, um entrave. Mas sinceramente, nem sempre é a distância física que mais me incomoda, porque tenho o privilégio de estar ao lado, pertinho
de pessoas geograficamente distantes de mim. Mas a distância da indiferença,do descomprometimento moral e afetivo,essa é dilacerante e desrespeitosa. É como ver a dor alheia e não reagir.
E calar,sobretudo quando mais se precisa falar...


Hoje é Natal...dia de Amor. Que esse amor nos faça transcender e aprender...



sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Chegou o Grande Dia!

Hoje é dia de comemorar o nascimento de Jesus.
É dia de festa e alegria,mas também de reflexão.
Desejo a todos,uma noite mágica,repleta de
alegria,amor e fraternidade,sem jamais
esquecer do aniversariante.
Feliz Navidad!
Paz e Luz!
Nasceu Jesus!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Falta apenas 1 dia para o Natal...vamos refletir...



Bilhete de Natal


Meu amigo, não te esqueças,
Pelo Natal de Jesus,
De cultivar na lembrança
A paz, a verdade e a luz.

Não olvides a oração
Cheia de fé e de amor,
Por quem passa, sobre a Terra,
Encarcerado na dor.

Vai buscar o pobrezinho
E o triste que nada tem...
O infeliz que passa ao longe
Sem afeto de ninguém.

Consola as mães sofredoras
E alegra o órfão que vai
Pelas estradas do mundo
Sem o carinho de um Pai.

Mas escuta: Não te esqueças,
Na doce revelação
Que Jesus deve nascer
No altar de teu coração.

(Casimiro Cunha)

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Sugestões de Presentes de Natal

Passando aqui para deixar um grande abraço...
Faltam apenas 3 dias para o Natal, aniversário
do Grande Homem,filho de Deus,que revolucionou
o mundo com suas belas lições de Amor,Fé
e Tolerância:Jesus.
Feliz Navidad!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Me identifico muito com essa frase.
Ela retrata com exatidão o sentido
do verdadeiro Natal...





“Lembre-se, se o Natal não for encontrado no seu coração,
 também não o encontrará debaixo da árvore."
(Charlotte Carpenter)

domingo, 19 de dezembro de 2010

Um visitante inesperado no Presépio




Em Criciúma,Santa Catarina,no ano de 2008,um cão abandonado
foi encontrado no presépio,ao lado do boneco que
representava o Menino Jesus.

.

 

Um acontecimento, no mínimo inusitado,mas que
emocionou muita gente.
Que ele sirva de reflexão à humanidade, para que haja
respeito aos  animais, criaturas de Deus.

 

Nunca abandone seu animal de estimação,
isso é atitude de gente covarde e sem coração...




Feliz Natal!!!!

















sábado, 18 de dezembro de 2010

A MAGIA DO NATAL


A cada ano que passa ...
Cada pequenino instante do Natal
Cada pensamento que temos, sobre
a importância dessa época, ficam
marcados em nossos corações ...

Os amigos, a família, as pessoas que
realmente importam para nós, são o
verdadeiro sentido da Felicidade ...
Do amor, da emoção que sentimos
ao comemorar uma data tão especial !

Que a magia do Natal nos dê a certeza
de que novos tempos surgirão, que a
celebração do Natal promova a PAZ, a
ALEGRIA, a SOLIDARIEDADE e que o AMOR
esteja sempre presente todos os dias!!


“Bendita a data que une a todos numa conspiração de Amor.”
(Hamilton Wright Mabi)

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010





Esse lindo cartão foi feito por minha querida amiga Bella...

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

"Amigos são anjos que nos deixam em pé quando nossas asas têm problemas em se lembrar como voar."

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010


“Muitas
vezes ...
Procuramos
nada mais
Que um
simples abraço.
Não precisa
ser o mais longo
E nem o
mais apertado.
Apenas ...
Um que cubra
Alguns
espaços vazios ... "
(Bruno de Paula)

Neste Natal não economize...

...Paz, Alegria, Perseverança,
Amizade, Lealdade, Simplicidade,
Carinho, Paciência e Amor!!!
Mas,
Não pague à vista,
divida em 12 prestações.Ano que vem a gente faz
mais dívidas.

(Autor desconhecido)

domingo, 12 de dezembro de 2010



ESSAS OUTRAS CRIANÇAS - EMMANUEL


Quando abraças teu filho, no conforto doméstico, fita essas outras crianças que jornadeiam sem lar .
Dispões do alimento abundante para que teu filho se mantenha em linha do robustez.


Essas outras crianças, porém, caminham desnorteadas, aguardando os restos da mesa que lhes atira com displicência. findo o repasto.
Escolhes a roupa nobre limpa do que teu filho se vestirá, conforme a estação.


Todavia, essas outras crianças tremem do frio, recobertas do andrajos.


Defendes teu filho contra a intempérie.
sob o teto acolhedor. sustentando-o a feição do jóia no escrínio.


Contudo, essas outras crianças cochilam estremunhadas na via pública quando não só distendem no espaço asfixiante do esgoto.
Abres ao olhar deslumbrado do teu filho, os tesouros da escola.


E essas outras crianças suspiram debalde pela luz do alfabeto, acabando, muita vez, encerradas no cubículo das prisões, a face da ignorância que lhes cega a existência.


Conduzes teu filho a exame do pediatras distintos sempre que entremostre leve dor do cabeça.
Entretanto, essas outras crianças minadas por moléstias ferozes, agonizam em leitos de pedra, sem que mão amiga as socorra.


Ofereces aos sentidos de teu filho, a festa permanente das sugestões felizes, através da educação incessante.


No entanto, essas outras crianças guardam olhos e ouvidos quase sintonizados no lodo abismal das trevas.


Afaga, assim, teu filho no trono familiar, mas desce ao pátio da provação, onde essas outras crianças se agitam em sombra ou desespero e ajuda-as quanto possa!


Quem serve no amor de Cristo, sabe que a boa palavra e o gesto de carinho, o pedaço de pão e a peça de vestuário, o frasco de remédio e a xícara de leite operam maravilhas.


Proclamas a cada passo que esperas confiante o esplendor do futuro mas, enquanto essas outras crianças chorarem desamparadas, clamaremos em vão pelo mundo melhor.


EMMANUEL


quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

“Quem dera ter asas feito borboletas,pra pousar
em suas mãos,como quem diz:Vim te visitar”.
(Sirley L.Passolongo)




Precisa-se de Loucos - Madalena Carvalho

Precisa-se de Loucos...








De loucos uns pelos outros!
Que em seus surtos de loucura espalhem alegria; com habilidades
suficientes para agir como treinadores de um mundo melhor, que olhem a ética, respeito às pessoas e responsabilidade social não apenas como princípios organizacionais, mas como verdadeiros compromissos com o Universo.

Precisa-se de loucos de paixão, não só pelo trabalho, mas principalmente por gente, que vejam em cada ser humano o reflexo de si mesmo, trabalhando para que velhas competências dêem lugar ao brilho no olhar e a comportamentos humanizados.

Precisa-se de loucos por novas tendências, mas que caminhem na contramão da história, ouvindo menos o que os gurus têm a dizer sobre mobilidade de capitais, tecnologia ou eficiência gerencial e ouvindo mais seus próprios corações.

Precisa-se de loucos poliglotas que não falem inglês, espanhol, francês ou italiano, mas que falem a língua universal do amor, do amor que transforma, modifica e melhora, pois, palavras não transformam empresas e sim atitudes.

Precisa-se simplesmente de loucos de amor; de amor que transcende toda a hierarquia, que quebra paradigmas; amor que cada ser humano deve despertar e desenvolver dentro de si e pôr a serviço da vida própria e alheia; amor cheio de energia, amor do diálogo e da compreensão, amor partilhado e transcendental.

As Organizações precisam urgentemente de loucos, capazes de implantar novos modelos de gestão, essencialmente focados no SER, sem receios de serem chamados de insanos, que saibam que a felicidade consiste em realizar as grandes verdades e não somente em ouvi-las.

(Madalena Carvalho)

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

domingo, 5 de dezembro de 2010




Cida,minha amiga querida,minha maninha carioca,hoje você me fez chorar.
Esse vídeo de uma música que aparentemente estava esquecida no meu subconsciente,me fez entrar no túnel do tempo e recordar dos meus natais de criança...da torta de sardinha do meu pai,do bolo de camadas da minha mãe e até da Sidra que nos deixavam tomar um pouquinho,somente por ser uma data especial (mas confesso,eu nunca me contentava com a dose...rs)

Obrigada por despertar tanta emoção boa em mim...